Artigo

Title

Como poupar dinheiro no papel de embrulho natalício

Imagem Teaser

papel de embrulho

Body

Se por um lado não tem tempo para estar nas filas intermináveis para embrulhar as suas prendas e não é fã dos artigos aconchegados em sacos das próprias lojas fechados com agrafos; mas por outro também não quer gastar muito dinheiro em papel, laços e fita-cola sem prejudicar o visual final dos seus presentes, então este artigo é para si.

Sobras do ano passado. Muitas pessoas já têm o hábito de guardar, de um ano para o outro, o papel de embrulho dos presentes natalícios. Resgate esse papel, aproveitando-o para as prendas deste ano. Se não estiver tão impecável como gostaria, embrulhe a prenda com os motivos de Natal virados para dentro e o lado branco para fora. Enfeite este com autocolantes natalícios, carimbos, pintura, desenhos, stencils ou recortes de postais de Natal antigos.

Utilize papel de jornal. As folhas de jornais já lidas são perfeitas para fazer embrulhos monocromáticos (preto e branco), coloridos (páginas a cores) ou divertidos (utilize apenas a secção da banda desenhada) … adicione uma fita e eis um presente que dá nas vistas.

Revistas brilhantes. Antes de reciclar as suas revistas velhas utilize as páginas luxuosas e cintilantes para embrulhar presentes, aproveitando para adaptar as imagens utilizadas ao destinatário da prenda ou então para dar uma pista sobre o seu conteúdo!

Papel kraft castanho. Simples, bonito, fácil de manusear e económico, o papel kraft castanho (utilizado no acondicionamento e embrulho de objectos expedidos pelo correio) fica bem em qualquer presente e combina com fitas de todas as cores! Se não gostar de o ver tão “despido”, pode sempre decorá-lo com autocolantes natalícios, carimbos, stencils ou recortes de postais de Natal antigos. Para um look muito contemporâneo (e se tiver jeito em termos de caligrafia) escreva um poema de Natal ou uma citação e o nome do destinatário. Sucesso garantido!

Arte infantil. Imprima desenhos para colorir e peça aos seus filhos para fazerem um trabalho sublime. Depois, utilize essas folhas para embrulhar as prendas destinadas às crianças ou aos avós.

Presentes com textura. Se a costura for um talento seu e não faltarem restos de tecidos na sua caixa de cortar e coser, aproveite esse dom para confeccionar saquinhos de tamanhos adequados para albergarem cada um dos seus presentes. No fundo, será um 2-em-1 irresistível!

Recipientes recicláveis. Dê uma volta pelos seus armários à procura de caixas e latas religiosamente guardadas porque “um dia vai dar jeito” – esse dia chegou! Uma bonita lata ou caixa estampada só precisa de um laçarote para se transformar num meio perfeito para aconchegar uma enorme variedade de prendas. Use a sua imaginação!

Etiquetas. Em vez de comprar, deite mãos à obra e crie etiquetas personalizadas e invulgares com recurso a postais de Natal antigos (recorte uma imagem, aplique com fita cola na prenda ou faça um furo e pendure com uma fita) ou então letras recortadas de uma revista ou jornal e coladas num simples cartão branco.

Saldos. Aproveite os saldos pós-Natal para adquirir papel de embrulho novo (de preferência 100% reciclável) e com grandes descontos. Faça o mesmo com sacos e caixas de Natal – sempre são reutilizáveis. Depois é só guardar e aguardar pela próxima quadra natalícia.

Papel a longo prazo. Depois de abertas as suas prenda no dia de Natal, não se esqueça de guardar tudo o que possa ser reutilizado – papel de embrulho, papel de seda, fitas e laços – assegurando assim o visual dos presentes do próximo ano.