Artigo

Title

5 produtos do dia-a-dia que permitem poupar dinheiro

Imagem Teaser

Body

Já todos nós sabemos que uma das formas mais fáceis e imediatas de poupar dinheiro passa pela compra de produtos de marca branca, em detrimento daqueles que ostentam marcas mais conhecidas e mais populares. E se existem produtos em que vale a pena poupar dinheiro, são estes cinco – apesar de serem fundamentais para o nosso dia-a-dia, o seu uso é tão fugaz, que não merecem que se gaste mais dinheiro com eles. Toca a poupar!

  1. Combustível: com os preços dos combustíveis a atingir novos máximos regularmente, nunca fez tanto sentido poupar dinheiro em combustível como agora. Para quem depende do seu carro diariamente, sabe que o tempo entre um tanque de gasolina cheio e um tanque na reserva voa, por isso, há que optar pelo combustível mais barato que encontrar. O seu carro dificilmente notará a diferença, mas a sua carteira vai agradecer.
  2. Detergente para a loiça: porquê pagar mais dinheiro por uma marca reconhecida/perfumada (e mais cara!) de detergente para a loiça se este estará a ir pelo cano abaixo poucos segundos/minutos após o início da sua utilização? É uma boa pergunta, não é? Também é um bom motivo para poupar dinheiro!
  3. Papel: a quantidade de papel que utilizamos e deitamos fora diariamente chega a ser absurdo… e isto para não falar no dinheiro que se gasta desnecessariamente. Reutilize todo o papel que tem em casa (crie os seus próprios blocos de notas, utilize para fazer embrulhos, termine de usar os cadernos meio cheios …), compre papel reciclado, reservando a compra de papel de qualidade para as situações estritamente necessárias. Poupe dinheiro, poupe papel e seja amigo do ambiente… só vantagens portanto!
  4. Produtos de limpeza: todos anunciam ser os melhores do mundo mas, se por exemplo, comparar dois produtos de limpeza para o chão – um de marca popular, outro de marca branca – certamente constatará que ambos contêm os mesmos ingredientes, mas uma etiqueta de preço bem diferente. Não vale a diferença, nem o investimento adicional.
  5. Guardanapos/rolo de cozinha: o prazo de validade dos guardanapos e dos rolos de cozinha é tão curto que não justifica comprar as marcas mais caras, com motivos e/ou muitas cores. Afinal de contas, pegamos num, limpamos as mãos ou a bancada e vai para o lixo. Um consumível de elevado e repetido uso quotidiano, onde vale a pena poupar dinheiro.