Artigo

Title

22 dicas para poupar dinheiro em gás

Imagem Teaser

panela no gás

Body

Poupar gás em casa tem uma função dupla, a nível local e global – é benéfico para a nossa carteira, porque vemos a conta mensal do gás a diminuir e é extremamente positivo para o meio ambiente porque reduzimos, de forma significativa, a emissão de gases com efeito de estufa. Está convencido? Ainda bem! Agora comece a pôr em prática as nossas sugestões.

  1. Cerca de 50% do consumo de energia nas casas dá-se na cozinha e na casa de banho, por isso, ligue a boca do fogão apenas quando já lá estiver a panela ou o tacho em que vai cozinhar, assegurando-se que tem todos os ingredientes e utensílios necessários para a sua confecção ao seu lado. Qualquer tempo perdido, é gás desperdiçado.
  2. Sempre que puder, cozinhe com a panela de pressão: necessita menos gás para aquecer e cozinha os alimentos muito rapidamente.
  3. Tenha o cuidado de não encher as panelas com água em excesso: vai demorar muito mais tempo a ferver, gastando, naturalmente, muito mais gás.
  4. Quando as panelas já estiverem a ferver, reduza a intensidade da chama. Uma chama enorme não vai aumentar a temperatura, nem acelerar a confecção, por isso, opte por uma chama menor e uma poupança maior.
  5. Habitue-se a cozinhar com os testos nas panelas! Vai evitar que o calor se evapore o que, por sua vez, vai diminuir o tempo de cozedura e, consequentemente, a quantidade de gás utilizada.
  6. Cozinhe sempre numa boca adequada ao tamanho da panela que está a utilizar, ou seja, não coloque uma panela pequena numa boca enorme – metade do calor será perdido através dos lados e não ganha nada com isso! Sempre que possível, escolha as bocas mais pequenas: consomem até 10% menos gás do que as bocas maiores. 
  7. Para poder cozinhar de forma eficiente, certifique-se que as chamas do fogão estejam sempre uniformes e azuis. Se verificar que não o estão ou que apresentam uma cor amarela ou alaranjada, pode significar que existe uma obstrução nas passagens do ar ou até mesmo do gás. Apesar de não passar para a chama, o gás está a ser queimado e desperdiçado.
  8. Desligue a boca do fogão alguns minutos antes do previsto – o calor acumulado encarregar-se-á de terminar a confecção dos alimentos.
  9. Não deixe a água a correr desnecessariamente! Se não está a utilizá-la, feche a torneira, principalmente se for a da água quente!
  10. Desligue o esquentador ou a caldeira se não o vai utilizar durante longos períodos – por exemplo, quando sai de casa de manhã e antes de se deitar.
  11. No Verão, diminua a temperatura da água no esquentador ou caldeira.
  12. Reduza o tempo que demora a tomar um duche e evite banhos de imersão.
  13. Evite utilizar temperaturas muito altas nas máquinas de lavar loiça e de roupa – quanto mais elevadas, mais tempo e gás vão necessitar para aquecer.
  14. Escolha secar a roupa sempre ao ar livre, em detrimento da máquina de secar roupa.
  15. Se tiver uma máquina de secar roupa a gás, opte por fazer várias secagens seguidas. Assim, ao reduzir o número de vezes que aquece a máquina e faz a secagem, irá minimizar a perda de calor e reduzir o consumo de gás.
  16. Dentro de casa, é importante calafetar portas e janelas, ou ainda, optar por vidros duplos e janelas com batente. Uma casa bem isolada mantém o frio lá fora e assegura que o calor interior não escape, eliminando o uso excessivo do sistema de aquecimento.
  17. Durante a noite, mantenha todas as persianas, estores e cortinas corridas para manter o frio lá fora, abrindo-as de manhã para permitir que o calor do sol aqueça a casa.
  18. Se vai construir ou remodelar a sua casa ou adquirir uma em fase de construção, opte por paredes duplas com isolamento térmico entre as duas.
  19. Entre uma lareira aberta e um recuperador de calor, escolha o último – é três vezes mais eficiente!
  20. No que toca à escolha de aquecimento central, os sistemas mais económicos são as caldeiras a gás natural ou o ar condicionado central.
  21. Se tem por hábito deixar o aquecimento central ligado durante a noite ou mesmo durante o dia, para que quando chegue a casa já está tudo quente, opte por baixar a temperatura.
  22. A instalação de painéis solares é uma opção cada vez mais procurada. Apesar do seu avultado investimento inicial, o retorno é obtido num prazo curto-médio e, a partir daí, é só poupar!