Artigo

Title

18 dicas para poupar dinheiro com o cabelo

Imagem Teaser

Escova de cabelo

Body

O nosso cabelo é o nosso orgulho… e fonte de muitas despesas. Entre as idas ao cabeleireiro e os inúmeros produtos e pequenos eletrodomésticos que necessitamos para cuidar do nosso cabelo diariamente, é possível cortar nestas despesas. Saiba como…

  1. Existem salões de cabeleireira para todos os gostos e preços, por isso, não há nada como pedir várias referências aos amigos e familiares sobre o melhor sítio para cortar ou pintar o cabelo. Vá experimentando até encontrar aquele salão que lhe oferece a melhor relação preço-qualidade… aquele pequeno cabeleireiro ao fundo da sua rua pode surpreendê-lo, de forma positiva.
  2. Se não abdica de um salão de cabeleireiro mais caro para cortar ou pintar o cabelo, alterne com um salão mais em conta na hora de simplesmente lavar e secar.
  3. Se tiver um cabelo fácil de cortar ou precisa apenas de uma manutenção simples como eliminar pontas espigadas ou acertar a franja, porque não fazê-lo numa escola de beleza? Os preços são muito baixos e estará a contribuir para a formação de um futuro hair stylist! Se mesmo assim tiver algum receio, peça que o professor esteja presente na hora da sua marcação.
  4. Deixe de pintar o cabelo no salão de cabeleireiro e opte por fazê-lo em casa, adquirindo a tinta numa loja especializada ou até no supermercado – existem inúmeras opções a bons preços. Peça ajuda a alguém para facilitar a tarefa e assegurar que a coloração fica bem feita.  
  5. Guarde um pouco da cor que aplicou (ou peça à sua cabeleireira se lhe guarda um pouco num frasco) para a altura em que as raízes necessitarem de ser retocadas. Com uma escova de rímel lavada, aplique as sobras de cor nas raízes. Desta forma, poderá adiar uma nova coloração e poupar mais dinheiro.
  6. Depois de pintar o cabelo, não o lave durante pelo menos 30 horas, dando tempo para a cor “pegar”. Caso contrário, parte da cor sairá com a lavagem, fazendo com que a coloração dure muito menos tempo.
  7. Poupe nas despesas de coloração do cabelo ao optar por uma cor que se assemelha à sua cor natural – assim, quando as raízes começarem novamente a notar-se, pode possivelmente aguentar uma semana ou duas antes de uma nova coloração. Ao longo do ano, isto pode levar à poupança em várias visitas ao cabeleireiro ou caixas de produto de coloração.
  8. Se tem o cabelo pintado, invista num champô/amaciador para cabelos pintados, o que vai assegurar que a coloração dure mais tempo, ou seja, mais poupança.
  9. Antes de comprar uma embalagem de champô ou de amaciador, verifique o preço por litro das diferentes embalagens – por norma, compensa quase sempre optar pela embalagem maior.
  10. Utilize quantidades adequadas de champô e de amaciador para o seu cabelo – o desperdício de produtos capilares implica o desperdício de dinheiro.
  11. A maioria das pessoas não necessita lavar o cabelo todos os dias, o que confere uma poupança significativa em termos de produtos capilares ao longo do tempo.
  12. Quem não tem em casa pequenas amostras de champô e de amaciador, ora vindas de hotéis ou de ofertas de revistas? Está na hora de utilizá-las! Junte-as num pequeno cesto no duche ou abra-os e encha uma embalagem de champô vazia que possa ter. Enquanto usa essas amostras, não terá de gastar dinheiro a comprar mais.
  13. Quando o champô ou o amaciador já estiver no fim, junte-lhe um pouco de água para garantir ainda mais algumas lavagens.
  14. Quando pensar que o seu tubo de gel já está no fim, pense de novo: com uma tesoura corte o tubo a meio e veja a quantidade de gel que ainda tem à sua disposição. Não terá de comprar um tão cedo…
  15. Optar por usar o cabelo mais comprido requer menos idas ao salão de cabeleiro do que se tiver um corte de cabelo curto, que exige uma maior manutenção.
  16. Evite ao máximo a utilização de secadores (deixe o cabelo secar ao ar livre!) e ferros de alisar ou de encaracolar – para além de poupar eletricidade, confere menos danos ao cabelo, o que resulta em menos visitas ao cabeleireiro.
  17. Para os homens que habitualmente usam um corte de cabelo curto ou até rapado, pode compensar muito adquirir uma máquina de corte de cabelo e cortar o seu próprio cabelo em casa.
  18. Embora qualquer cabeleireiro(a) faça agora cortes masculinos, um barbeiro continua a ser a opção mais barata para os homens.